quinta-feira, 27 de outubro de 2011

NÃO ERA KADAFI



"Sequem suas lágrimas e continuem a lutar, quem lhes mostraram não era Muammar al-Gaddafi."
MKERone (http://counterpsyops.com)

"Internacional (La Voix des Opprimés): O mártir humilhado apresentado como Muammar Al-Gaddafi em vídeos e fotografias que deram a volta ao mundo foi identificado e chamava-se Majid, de fato Ali Al Andalus. Era um morador de Sirte famoso por sua semelhança com o Irmão Líder da Revolução El Fateh.

Nós publicamos esta notícia para terminar o mais depressa possível com essa confusão que serve à guerra psicológica da OTAN, que inundou a Net de notícias falsas, documentos falsos, falsos sites líbios, contaminando as redes sociais e infelizmente também alguns sites amigos da Líbia.

Nós obtivemos estas informações de várias fontes seguras e pedimos-lhes que se mobilizem mais que nunca para trabalhar pela atualização da verdade e para pôr fim às guerras injustas contra a Jamahiriya Árabe Líbia e em todos os lugares... Está em questão o futuro da Humanidade. Não deixem seu futuro e o das gerações vindouras nas mãos de perigosos criminosos psicopatas.

Obama, Sarkozy, Cameron e o ignóbil Abd-el-Jalil sabem muito bem que o homem que eles assassinaram não era Muammar Gaddafi. Eles usaram esse inocente somente para sua operação psicológica fazendo-o linchar por assassinos armados do CNT diante das câmeras. Isto serve a vários propósitos, inclusive o de humilhar o Guia, por um lado, e por outro sujar a imagem do Islã.

A razão por que Jalil foi rápido em declarar a Sharia na Líbia é a tentativa de jogar a culpa dos crimes da OTAN nos muçulmanos e no Islã, quando na realidade são os mercenários drogados da OTAN que cometem esses crimes, comandados pelos serviços secretos dos países da OTAN, e não têm nada a ver com o Islã.

Esta é uma guerra contra o Islã. Uma vez que esses monstros mercenários da OTAN tenham cometido bastantes crimes diante das câmeras do Mundo inteiro, os países da OTAN terão toda desculpa para massacrarem ainda mais as populações e ampliarem as suas guerras, reforçando o seu controle sobre os países muçulmanos, que serão vistos como sociedades selvagens e bárbaras. O Islã terá sido desacreditado e eles imporão tranquilamente o seu projeto infame denominado Nova Ordem Mundial.

Esta operação de desestabilizacão psicológica da OTAN é uma lição que deve ser retida para sempre pelos cidadãos do Mundo."

http://news.stcom.net/modules.php?name=News&file=article&sid=6257 (La Voix des Opprimés, stcom.net)

PROVA DA PRESENÇA E DO PROTAGONISMO DA OTAN:

(http://counterpsyops.com)

OS SÍRIOS SE MANIFESTAM CONTRA AMEAÇA DE INVASÃO
CONCENTRAÇÃO DE UM MILHÃO EM DAMASCO À CHEGADA DA DELEGAÇÃO DA LIGA ÁRABE