domingo, 23 de dezembro de 2012

O MASSACRE DOS CRISTÃOS NA SÍRIA


http://allainjules.com/2012/12/22/alerte-info-syrie-les-amis-de-francois-hollande-menacent-dattaquer-deux-villes-chretiennes/

ALGERIA ISP / "Terroristas da brigada Jeich Hor Liwae Omari dão um ultimato de 3 dias para a população cristã da aldeia de Masmiya deixar a cidade, ou será massacrada. Esta é a democracia apoiada pelo Ocidente."







Fairouz - Ya Oum Allah

PALESTINOS DO CAMPO DE REFUGIADOS DE YARMOUK PROTESTAM CONTRA OS "REBELDES"
 http://allainjules.com/2012/12/20/video-syrie-les-terroristes-de-lasl-paient-cher-leur-invasion-du-camp-dal-yarmouk/

Terroristas do batalhão Riadh Sarsar Kimyaiya ameaçam envenenar a água com produtos químicos.
http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-syrie/201212-A14950/syrie-les-terroristes-jeich-hor-menacent-empoissonner-eau-decembre-2012.html



EUA


OBAMA REBOLA PARA EXPLICAR O SEU APOIO A ISRAEL NO GENOCÍDIO DOS PALESTINOS (Fr)


Michael Harris afirma que Israel estava por trás do massacre de Newtown (Fr)

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

A PEDAGOGIA DA OTAN


video

ALGERIA ISP/ "Os terroristas de Liwae Ibn Walid oferecem os sírios raptados aos seus filhos para que eles cortem suas cabeças. Uma criança usa um facão para cortar a cabeça de um jovem sírio. Um vídeo que mostra a crueldade atroz destes terroristas apoiados pelo Ocidente que a mídia-mentira pinta como anjos."
http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-syrie/201212-A14550/syrie-des-terroristes-donnent-sabre-enfant-pour-couper-tete-jeune-syrien-video-decembre-2012.html

ALGERIA ISP/ "Terroristas libaneses de Bab Tebana sequestraram trabalhadores sírios para vingar mercenários salafistas libaneses mortos na Síria."


ALGERIA ISP/ "Em Homs, aviões de guerra do Exército Árabe Sírio bombardeiam redutos terroristas."

http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-syrie/201212-A14553/syrie-mercenaire-egyptien-parmi-les-terroristes-jobha-nosra-qaida-decembre-2012.html

A chegada a Damasco do corpo do patriarca Mar Ignatius IV de Antioquia, assassinado por terroristas.

http://allainjules.com/2012/12/09/video-syrie-lincroyable-objectif-des-djihadistes-etrangers-et-de-lotan/


CAMARÕES

GUARDA PRESIDENCIAL ESPANCA DESAFETO NAS RUAS DE IAUNDÊ

http://allainjules.com/2012/12/10/cameroun-la-video-de-la-honte-oeuvre-de-la-garde-presidentielle/


SEM NOTÍCIAS DA LÍBIA

Desde a queda de Bani Walid, há um mês, quase não se encontram na Internet notícias sobre a guerra na Líbia. Vimos que há poucos dias, cerca de 200 prisioneiros escaparam de uma prisão em Sabha, aparentemente com a ajuda de guardas descontentes com seus comandantes. Confrontos com armas leves em Tajura (http://libia-sos.blogspot.com.br/2012/12/ladestruccion-de-libia-una-guerra-por.html#.UMac6eQ72Ag). Afora isso, só há artigos de análise e opinião, e vídeos antigos de várias semanas ou meses. Esperamos que a causa disso não seja a censura exercida pelos ratos, que até recentemente não conseguia bloquear completamente a informação.

UM DOCUMENTÁRIO SOBRE OS MOTIVOS DA AGRESSÃO À LÍBIA

http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-libye/201212-A14432/libye-reportage-canal-sujet-guerre-contre-libye-pour-petrole-gaz-decembre-2012.html


"O VERDADEIRO TERRORISTA ERA EU"

http://www.leonorenlibia.com/index.php?option=com_content&view=article&id=1509:los-verdaderos-terroristas&catid=4:experiencias


sexta-feira, 30 de novembro de 2012

ATENTADO EM JARAMANA


http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-syrie/201211-A14083/syrie-les-terroristes-continuent-tue-les-civils-avec-les-voitures-pieges-novembre-2012.html

O que eles querem da Síria?

Finian Cunningham - nsnbc

"O que eles querem de Jaramana? A cidade reúne pessoas de toda a Síria e acolhe a todos". Estas foram as palavras angustiadas de um desesperado habitante da cidade síria de Jaramana, que foi devastada por várias explosões mortais desta semana.

O número de mortos ainda não foi confirmado. Os primeiros relatórios sobre as explosões referiam 34 mortos. Mais tarde, o número foi estimado em mais de 50, com mais de 120 feridos, muitos críticos. Todas as vítimas eram civis.

Nos últimos 20 meses, a Síria testemunhou dezenas de massacres e horríveis atentados com carros-bombas em sua capital Damasco e em outras incontáveis cidades e vilas em todo o país. Mas a última atrocidade cometida em Jaramana, localizada perto da capital, distingue-se, talvez, por mostrar mais claramente a vil mentalidade maquiavélica dos criminosos, em sua estratégia mais ampla para esse país do Oriente Médio.

Como indicam as palavras do morador em estado de choque acima, Jaramana pode ser vista como um exemplo do carácter pluralista da sociedade síria, "acolhendo a todos". A cidade é particularmente conhecida por suas comunidades cristã e muçulmana drusa, que por todos as relatos, coexistiram pacificamente durante séculos. A população também é amplamente favorável ao governo sírio do presidente Bashar al-Assad.

Esta manhã, quarta-feira, quando trabalhadores, mães e crianças em idade escolar estavam seguindo sua rotina diária habitual, duas enormes explosões rasgaram sem aviso o coração de Jaramana. A segunda explosão foi detonada minutos depois da primeira, quando os espectadores estavam correndo para o local para ajudar os feridos. O cálculo hediondo dos autores era o de maximizar a matança e o sofrimento.

"O que eles querem de Jaramana?" A resposta é revelada em palavras subseqüentes do morador: "A cidade reúne pessoas de toda a Síria e acolhe a todos."

A guerra terrorista na Síria, que os meios de comunicação ocidentais trombeteiam como um "levante pró-democracia", destina-se precisamente ao contrário da convivência pluralista. O que os terroristas querem é estraçalhar a alma tolerante do país e mergulhar seu povo em um banho de sangue intestino, cheio de ódio sectário.

O ataque a Jaramana é um cálculo deliberado brutal para precipitar tal banho de sangue. A cidade sofreu vários ataques semelhantes, embora menos letais, nos últimos meses. Em 29 de outubro, um carro-bomba matou 11 pessoas.

Não há instalações militares ou de segurança estatal em Jaramana. Como dito, é um distrito urbano conhecido por sua tolerância para com a mistura de religiões e de patrimônios culturais. Mas para os terroristas e sua mentalidade perversa, tal virtude cívica faz de Jaramana um alvo principal.

Os militantes armados na Síria são comandados por extremistas sunitas de tendência wahabista ou salafista, que vêem a convivência pluralista de sunitas, xiitas, alauítas, drusos, cristãos, judeus e não-crentes como um anátema à sua ideologia puritana demente.

Outros elementos dentro dos grupos militantes armados sírios parecem ser simplesmente "soldados da fortuna" -- mercenários e criminosos oportunistas que não têm afiliação religiosa particular.

No entanto, no seu conjunto, essas várias facções militantes estão unidas por um objetivo criminoso: esmagar a Síria, de forma afoita e impiedosa.

A sociedade síria, como existe atualmente, com sua ênfase no pluralismo secular, tem que ser destruída a qualquer custo por esses extremistas e oportunistas criminosos. A maneira mais eficaz para sabotar a Síria é desencadear um banho de sangue sectário e jogar as comunidades uma na garganta da outra. Isso vai garantir o colapso do governo central e a divisão da sociedade em seitas. Nesse ambiente de violência deliberada, caos e medo, a Síria estará, então, à mercê de quem quer dominar esse país orgulhoso e histórico.

Os inimigos são bem conhecidos. Os governos ocidentais puxaram suas facas para a Síria durante muitos anos, vendo-a como um obstáculo estratégico de resistência popular ao imperialismo ocidental e ao sionismo no Oriente Médio. Os regimes sunitas da Arábia Saudita, Qatar, Turquia e ultimamente o Egito sob Mohammed Mursi querem ver a Síria amarrada em seu acampamento, com o objetivo adicional de minar a influência regional do Irã.

Autocratas da Arábia Saudita são particularmente obcecados por derrotar o que eles percebem zelosamente como "Crescente Xiita", representado pelo Irã, Síria e o Hezbollah do Líbano, convergindo para o objetivo de isolar o Irã e a preparação para uma agressão militar total contra a República Islâmica.

A Síria é, portanto, um objetivo geopolítico fundamental para o Ocidente e seus aliados regionais. A defesa de supostas reformas democráticas por parte dos governos ocidentais e os seus porta-vozes das empresas de mídia é, naturalmente, uma capa para sua cínica agenda criminosa imperialista. Essa mentira ridícula, em particular, é desmascarada pela conivência do Ocidente com os regimes ditatoriais mais repressivos do planeta -- as monarquias do Golfo Pérsico -- para "libertar" a Síria.

Além disso, se a Arábia Saudita e Qatar estão tão preocupados com o bem-estar de seus irmãos muçulmanos árabes na Síria, porque estes monarcas supostamente cavalheirescos não enviam armas e combatentes para ajudarem o povo palestino de Gaza sitiada?

Uma medida do valor da Síria é até que ponto estão dispostos a chegar os inimigos criminosos da Síria a fim de vencer o país e instalar seu regime auto-nomeado.

Os massacres de famílias e crianças em aldeias como Houla e Qubair, a execução a sangue frio de civis obrigados a ajoelhar-se diante de seus assassinos, e o bombardeamento sem sentido de civis, como se viu esta semana em Jaramana, são técnicas de terror que os governos ocidentais e seus aliados aperfeiçoaram em outros lugares durante várias décadas. Os americanos utilizaram o demoníaco terrorismo científico na América Central, os franceses no norte da África, e os britânicos no leste da África e, mais recentemente, na Irlanda do Norte.

A Síria está sofrendo o pior de todos os ataques criminosos possíveis -- a evolução e fusão do terrorismo de Estado ocidental alimentado com os petrodólares de estúpidos déspotas árabes.

Para aumentar a abominação, muitos dos crimes na Síria foram filmados pelos seus perpetradores e posteriormente liberados, alegando que seriam ação das forças do governo. Um incidente foi a demolição explosiva de uma mesquita pelos mercenários em Alepo, que foram filmados rindo de seus crimes de guerra. A mídia ocidental alegou que era do exército nacional sírio, apenas para logo emergir que era realmente dos membros do chamado Exército Livre da Síria (FSA).

Às recentes alegações de que as forças armadas sírias estão usando bombas de fragmentação para matar crianças foi dado o habitual destaque da mídia ocidental. Mas dado o histórico dos mercenários apoiados pelo Ocidente e pela máquina de propaganda ocidental, o peso da suspeita certamente cai sobre eles.

Poucas horas depois do assassinato em massa de inocentes em Jaramana, a Assembléia Geral da ONU em Nova York aprovou um projeto de resolução condenando o governo sírio pelo que chamou de "violações generalizadas dos direitos humanos".

A condenação foi co-patrocinada pelos Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Arábia Saudita, Qatar e Turquia -- os próprios patrocinadores do terrorismo de estado ocidental que mergulha o povo sírio em um banho de sangue. A ONU permanece como uma instituição que não é apenas uma ferramenta de propaganda degradante, é uma ferramenta de propaganda salpicada com o sangue de inocentes.

FC / HJL

http://nsnbc.wordpress.com/2012/11/29/what-do-they-want-from-syria/


AVIAÇÃO SÍRIA BOMBARDEIA POSIÇÕES DO "FSA"

http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-syrie/201211-A14079/syrie-des-membres-qaida-bombardes-par-armee-arabe-syrienne-novembre-2012.html


terça-feira, 27 de novembro de 2012

IZNOGUD CORRE PERIGO




Cheque-Mate, Muhammed Mursi?

Christof Lehmann (nsnbc) - 27/11/2012

Esta noite a Praça Tahrir, no Cairo, está tomada por pessoas, tendas, fogueiras e bandeiras. "Abaixo Mursi!", "Mursi tem que ir embora!" reverbera através das ruas do Cairo. O problema com o islamo-fascismo de Mursi e da Irmandade Muçulmana do Egito é que, depois de décadas de espera, eles se mostram demasiado ansiosos para mostrar sua verdadeira face. Já durante a campanha eleitoral presidencial, Mursi quase eliminou a chance dos Irmãos Muçulmanos tomarem o poder: "O Islã e a Democracia são incompatíveis", disse Mursi.

Em 22 de Novembro Mursi anunciou uma série de decretos presidenciais que, de acordo com os próprios decretos, não podem ser contestados, e que implicam varrer todo o poder para longe do sistema judicial e para as mãos do presidente.

Mursi estava certo no sentido de que o islamo-fascismo da Irmandade Muçulmana é incompatível com a Democracia. Esta noite milhões de egípcios nas ruas do Cairo e de outras grandes cidades egípcias mostram a Mursi que eles compreenderam o que Mursi quis dizer quando afirmou que o Islã e a Democracia são incompatíveis. A maioria deles são verdadeiros muçulmanos, apenas não são muçulmanos que apóiam a usurpação islamo-fascista do poder.

A questão é se Mursi vai entender o povo do Egito ou se vai tentar usar a força e mostrar a seus compatriotas quão pouco, de fato, a Irmandade Muçulmana tem a ver com a Democracia. Cheque-mate, Mursi?

A primeira resposta aos decretos-varrição de Mursi veio do sistema judiciário do Egito, que ameaçou com uma greve nacional geral, a menos que Mursi retirasse os decretos. Mursi respondeu suplicantemente em 25 de novembro que a tomada de poder era apenas temporária e exclusivamente destinada a acelerar os processos contra membros do governo Mubarak e aqueles que tinham sido acusados ​​de violência contra os manifestantes durante a "Primavera Árabe" de 2011.

É questionável se Mursi está sofrendo de mania de grandeza, mas se ele pensou que poderia acalmar as preocupações do Judiciário dizendo-lhe implicitamente que tudo o que ele pretendia com os decretos era um espetáculo de julgamentos sumários contra seus adversários políticos, esse foi um erro que poderia apoiar essa suposição.

O golpe de Mursi começou em junho, quando ele dissolveu a câmara baixa do Parlamento do Egito. Em agosto Mursi destituiu dois generais de topo e outorgou-se maior autoridade sobre os poderosos militares.

Em 26 de Novembro 10.000 pessoas protestaram contra a mais recente manobra de Mursi pelo poder, chamando-o de Faraó Mursi. Dois jovens morreram durante confrontos com as forças de segurança. As procissões fúnebres se transformaram em protestos de massa. Hoje à noite Mursi é confrontado por milhões de egípcios que protestam nas grandes cidades do Egito.

Praça Tahrir, Cairo


Como o mau Emir Iznogud na série de desenho animado Iznogud, que quer ser califa no lugar do Califa, e que se mete em uma fria após outra, Mursi está fazendo o papel de Iznogud esta noite.

A comparação entre Mursi e Iznogud não é forçada. Tentar usurpar o poder, para facilitar julgamentos sumários espetaculares de acusados ​​de violência contra manifestantes, trouxe-o esta noite a uma situação em que ele é confrontado por milhões de egípcios, muitos deles carregando faixas e cartazes com as fotos dos dois jovens que foram mortos em protestos contra ele.

Hoje à noite e amanhã Mursi terá que tomar sérias decisões. Decisões que vão determinar se seus próximos movimentos vão levá-lo a um cheque-mate. Será que ele vai se atrever a desafiar ainda mais o povo egípcio, desafiar uma oposição egípcia cada vez mais unida, e os militares, ainda muito poderosos?

Será que ele vai se atrever a competir em violência com Mubarak e se arriscar a partilhar uma cela de prisão com ele em breve, e tornar-se uma vítima de seus próprios decretos? Ou ele vai tentar apaziguar a oposição e os milhões de descontentes na Praça Tahrir e em todo o Egito, e perder o resto da sua credibilidade?

Quase dois anos após o seu início, esta noite o povo do Egito cheira a brisa fresca de uma real primavera árabe, e Mursi sente o ar frio de uma queda que se aproxima.

http://nsnbc.wordpress.com/2012/11/27/check-mate-muhammed-mursi/





GAZA

A REALIDADE QUE A MÍDIA DO IMPERIALISMO NÃO MOSTRA (20/11/2012)


ISRAEL BOMBARDEOU O ESTÚDIO DA RT EM GAZA (Ing/Fr)


PRECIOSA PALESTRA DE UMA PROFESSORA ISRAELENSE (Ing/Esp)


http://libia-sos.blogspot.com.br/



VENEZUELA CONSTRÓI O SOCIALISMO (Esp/Ing)



http://libya360.wordpress.com/2012/11/25/city-of-debates-moves-venezuela-towards-direct-democracy/


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

PROVA DA PARTICIPAÇÃO DA OTAN


http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-libye/201211-A13799/libye-qui-tue-guide-maoummer-kadhafi-est-les-rats-des-commandos-occidentaux-derniere-video-novembre-2012.html

EM 27/10/2011 POSTAMOS UM VÍDEO EM http://defesadalibia.blogspot.com.br/2011/10/nao-era-kadafi.html MOSTRANDO MILITARES COM FARDAS DA OTAN A POUCOS METROS DE KADAFI E DOS RATOS QUE O TORTURAVAM, PROVANDO QUE A OTAN PARTICIPOU DIRETAMENTE DO SEU ASSASSINATO. MAS O VÍDEO LOGO FOI RETIRADO DO YouTube. AGORA SURGIU UM OUTRO VÍDEO, INCLUSIVE COM O DEPOIMENTO DE UM RATO PROEMINENTE ELOGIANDO A ATUAÇÃO DOS OCIDENTAIS NESTE CRIME DE GUERRA.


ALGERIA ISP / "Segundo Elmokawama Akhbar Libya, um ano após a morte do guia Muamar Kadafi em sua cidade natal, um vídeo foi colocado no YouTube mostrando rebeldes, ou melhor, ratos, com comandos estrangeiros que falam Inglês bem e fluentemente.

O 'rebelde' que comenta este vídeo é o comandante de Uadi Ussud, Kasr Ahmed, que alardeia os méritos dos americanos mostrando dois comandos e parabenizando também a França e seu presidente, Nicolas Sarkozy.

Recordando, em 20 de Outubro de 2011, o porta-voz do governo líbio, dr. Moussa Ibrahim, anunciou que o guia, o mujahidin Kadafi foi morto mas permanecerá sempre vivo em nossos corações e nos de toda a Resistência Líbia para defender o seu país e caçar os traidores e a OTAN na Líbia.

Kadafi estava em um comboio de vários carros. Os pilotos assassinos da OTAN bombardearam o comboio. Seu carro foi atingido, ele ficou gravemente ferido. Traidores 'rebeldes', ou talvez os comandos, terminaram seu trabalho assassinando-o. Um crime de guerra!"

(Leia o relato do assassinato de Kadafi em http://defesadalibia.blogspot.com.br/2012/05/zveroforma.html )



GAZA: UM ARTIGO INTERESSANTE DA AL JAZEERA (QUEM DIRIA?)

O que se esconde por trás do pilar de nuvem

22/11/2012, Rami Zurayk e Anne Gough, Al-Jazeera, Qatar (trad. Vila Vudu)

http://www.aljazeera.com/indepth/opinion/2012/11/2012112293032651902.htm

Desde a criação do estado, em 1948, Israel sempre usou a comida e a nutrição (ou a falta de comida e a desnutrição) como meio para implantar-se militarmente e realizar a ocupação territorial da Palestina. Enquanto todos os olhos voltam-se hoje para a matança de crianças e a erradicação de famílias inteiras[1], em Gaza na operação “Pilar de Nuvem”, Israel continua em seu plano de longo prazo para dizimar os meios de produção de comida, de criação de animais e as capacidades dos habitantes de Gaza para tomar decisões econômicas e políticas sobre o que plantar e o que comer.

Gaza e toda a Palestina Ocupada está sendo ‘re-estruturada’ como entidade na qual a malnutrição seja endêmica, o acesso à comida negado e as pessoas forçadas a viver sob o medo constante de não ter comida suficiente para si e para a família.

Nos últimos oito anos, o setor de alimentos e criação de animais em Gaza foi severamente agredido, o que fez piorar as condições do setor agrícola, já gravemente abaladas por seis anos de sítio e bloqueio impostos por Israel, além das campanhas militares e décadas de ocupação.

Nos primeiros cinco dias do assalto, o Ministério da Agricultura de Gaza estima que as perdas nos setores de agricultura e pesca sejam superiores a US $50 milhões. Segundo nosso colega Mohammad El Bakri, que trabalha com o Sindicato das Comissões de Trabalho Agrícola[2] e outros especialistas em Gaza, os agricultores estão hoje no meio do período crucial de colheita de azeitonas e produção de azeite; e a destruição dos pomares é golpe terrível contra a segurança alimentar e econômica de Gaza.

A crise da água

Os ataques aéreos dos israelenses contra os túneis[3] limitaram o fluxo de entrada de alimentos e combustível em Gaza. Poucas lojas permanecem abertas e a ONU já alertou para o risco de crise de água. Há notícias de bombardeios que visam diretamente aos poços de irrigação. O Ministério de Saúde de Gaza já está sem estoque de 40% dos remédios essenciais[4] e com estoque muito baixo de seringas e bandagens.

A terrível situação em que Gaza sobrevive hoje começou em 1948, quando milícias sionistas armadas expulsaram mais de 700 mil palestinos das áreas em que viviam, 200 mil dos quais fugiram para Gaza, onde a população triplicou nesses mais de 60 anos.

Historicamente, Gaza sempre foi conhecida pelo oásis de água fresca de Wadi Gaza[5], importante ponto de parada nas rotas comerciais entre o Egito e a Síria. Já não é um oásis, as terras arrasadas e absolutamente esterilizadas pelas escavadeiras e niveladoras de Israel ao longo de toda a fronteira leste de Gaza (29% da terra arável[6]) é terra inacessível. Barcos israelenses atiram com canhões de água contra pescadores palestinos, impedindo-os de trabalhar além da distância de três milhas náuticas da praia.

Esgotos poluídos estão vazando dentro do aquífero do litoral, das redes de água e esgoto e dos prédios bombardeados no ataque israelense de 2008-9 contra Gaza, na Operação Chumbo Derretido.[7]

Israel também impediu a entrada em Gaza do equipamento necessário para reparar a infraestrutura danificada. Sem acesso a água para beber, muita gente em Gaza sobrevive hoje com 20 litros/dia/pessoa[8], quando, em Israel, o consumo médio de água é de 300 litros/dia/pessoa.[9]

Todas as 10 mil pequenas propriedades e granjas de Gaza foram danificadas no massacre de  2008-9[10], meio milhão de árvores foram arrancadas, mais de um milhão de frangos e galinhas foram mortos[11], além de ovelhas, bois, vacas e cabras. Os israelenses destruíram 60% da indústria agrícola em Gaza, provocando perdas da ordem de $268m.

A proporção da população de Gaza que vive sob condições de insegurança alimentar aumentou 75% depois do massacre de 2008-9, e muitas casas já são classificadas hoje como em situação de insegurança alimentar crônica, em Gaza. Dois anos depois dos ataques de 2008-9, a taxa de desemprego em Gaza era de 45,2%.[12]

Campos isolados

Na Cisjordânia a situação também é desesperadora. Os Acordos de Oslo de 1995 dividiram a Cisjordânia em uma Área A, sob controle da Autoridade Palestina, representando 3% da Cisjordânia; uma Área B, sob controle conjunto, equivalente a 25%; e uma Área C, equivalente a 72% da área, sob total controle de Israel, inclusive os campos agricultáveis do vale do rio Jordão.

De fato, o exército de Israel pode invadir qualquer área a qualquer tempo. A bifurcação da terra palestina e a construção de muros e cercas separaram os agricultores de seus campos plantados e dos mercados;[13] garantiram impunidade aos colonos israelenses fanáticos e violentos; e desfiguraram completamente a paisagem.

O objetivo de longo prazo de Israel em Gaza não é só o sítio e o bloqueio, mas, também, implantar naquela região condições e práticas de des-desenvolvimento que forcem os palestinos a depender completamente da potência israelense ocupante ou da ajuda internacional.

Em 2007, os militares israelenses produziram um cálculo do número mínimo de calorias/dia autorizadas para os habitantes de Gaza.[14] O mecanismo de controle da ingestão calórica caracteriza punição coletiva e eterno sofrimento, mas não leva à morte por fome. Não pode haver qualquer dúvida de que essa política de des-alimentação criada por Israel e implantada contra os palestinos é do conhecimento e conta com o apoio do governo dos EUA.

As consequências do mais recente assalto israelense contra Gaza, em 2012, só se tornarão plenamente visíveis depois que a poeira assentar. Mas não se afastarão muito do objetivo já declarado de Dov Weisglass em 2006: “A ideia é pôr os palestinos em dieta, mas sem matá-los de fome.”





Enviado em 9/6/2010 por http://www.youtube.com/user/tareemytube

"Durante o Ano Novo de 2009-2010, um grupo internacional de 1.500 homens e mulheres de 42 países foi ao Egito para participar de uma Marcha pela Liberdade de Gaza. Eles fizeram isso para protestar contra o bloqueio atual de Gaza. Para protestar contra o fato de que o povo de Gaza vive virtualmente em uma prisão. Para protestar contra o fato de que um ano após o ataque terrorista pelas forças armadas israelenses destruir a maioria de suas casas, hospitais, escolas e outros edifícios públicos, eles não têm possibilidade de reconstruí-los, porque suas fronteiras estão fechadas. Os manifestantes pela Liberdade queriam pacificamente chamar a atenção para a situação da população palestina de Gaza. O governo egípcio (financiado à ordem de US $ 2,1 bilhões ao ano, por nós, os contribuintes norte-americanos), não permitiu que os manifestantes se aproximassem de Gaza. Que feio isso, não? E quão previsível!

Eu moro nos EUA e durante este período de 25 de dezembro de 2009 a 3 de janeiro de 2010 não vi nenhuma referência a Gaza ou à Marcha pela Liberdade ou aos manifestantes internacionais que se reuniram ali. Enfim, fui levado pelas circunstâncias a gravar uma nova versão de 'We Shall Overcome'. Parece apropriado."

Roger Waters


terça-feira, 20 de novembro de 2012

A ESFINGE CORRE PERIGO


Publicado em 15/11/2012 por https://www.youtube.com/user/123VivaDjazair

OS SALAFISTAS EGÍPCIOS QUEREM DESTRUIR A ESFINGE E AS PIRÂMIDES !!!

"Não foi suficiente mancharem a reputação dos muçulmanos em todo o Mundo com seus atos bárbaros de assassinatos, tortura, vandalismo... Agora, eles estão mirando o patrimônio mundial e querem destruir tudo o que não se encaixa em sua visão distorcida do Islã!

A França e alguns países ocidentais estão chamando para armar esses extremistas salafistas para eles destruírem a Síria como fizeram com a Líbia..."

http://allainjules.com/2012/11/12/egypte-les-salafistes-pour-la-destruction-du-sphinx-et-des-pyramides/


COMO DISTRIBUIR A DEMOCRACIA:


"-- AGORA QUE NÓS DESTRUÍMOS O SEU PAÍS, VOCÊS PODEM NOS PAGAR PARA RECONSTRUÍ-LO."

"-- ACEITAMOS RECURSOS NATURAIS, COMO PETRÓLEO, COMO PAGAMENTO."




HOMENAGEM A OBAMA E À IMPRENSA
BRASILEIRA, A PIOR DO MUNDO


O INÍCIO DA CARREIRA

-- EU AINDA VOU FUMAR A TUA ALMA !!!


RECORDAÇÃO DA PRIMEIRA COMUNHÃO


BÓRIS CASOY ESCUTA WILSON SIMONAL









OPINIÃO DE ALLAIN JULES SOBRE NETANIAHU:

"'O exército está pronto', 'Estamos prontos', 'Vamos lançar nossas forças' e blá blá! Eu engolia moscas, acreditava nestes disparates, nestas mentiras do reincidente do terror israelense Benjamim Netanyahu. Escondido no fundo de um bunker, incapaz da menor reflexão, idiota útil do sionismo, esse homem é mais perigoso para Israel do que todos os anti-semitas juntos. Ele mente como respira, mata como ninguém em Israel, e tudo pelo poder.

Há como um medo de não mais ter um inimigo para poder existir. Porque imaginem que, se a Palestina se tornar realmente um estado reconhecido, ela terá fronteiras claras e, portanto, será mais difícil organizar esse roubo de terras semelhante ao maior golpe do mundo, que faz a Bíblia parecer um mapa cadastral. É verdade que todo mundo sabe que o Golan é sírio e que Israel se instalou ali pela força. As mesmas causas produzem os mesmos efeitos, é importante que os israelenses dignos, não os bombeiros piromaníacos que por lá pululam, ponham fim ao reinado desse louco Bibi..."

http://allainjules.com/2012/11/20/bande-de-gaza-le-grand-bluff-de-linvasion-terrestre-disrael/



segunda-feira, 19 de novembro de 2012

AS ARMAS DO HAMÁS



O Presidente do Parlamento iraniano, Ali Larijani, pediu para os países islâmicos enviarem armas para os palestinos. Bem, será que isso não lhes diz nada? Alguns deles armam os terroristas sírios. Por que não fazem o mesmo aos palestinos?

http://allainjules.com/2012/11/18/bande-de-gaza-pourquoi-israel-veut-faire-une-operation-terrestre-les-reponses/


O Qatar e seu tropismo pró-palestino!

Publicado em 17/11/2012 por http://www.youtube.com/user/FrIRIB

Em 2008 o Hamás fechou sua representação em Damasco e se afastou politicamente da Síria, assim como do Irã e do movimento Hezbollah, e passou a se alinhar ao Qatar e à Fraternidade Muçulmana. Mas o Qatar é aliado impotente contra Israel, pois ambos dependem dos EUA. Este desenho animado ridiculariza a posição ambígua da monarquia qatari.



RUSSIA TODAY - 16/11/2012 - Publicado em 17/11/2012 por http://www.youtube.com/user/hussardelamort


A PALESTINA ANTES DE ISRAEL

Enviado em 09/12/2007 por http://www.youtube.com/user/rami1983

O vídeo contém imagens de diversas cidades palestinas durante as décadas de 1920 e 1930, antes da criação do Estado de Israel pelos sionistas em 1948.

Um comentário na página: "A Inglaterra tomou a Palestina do Império Otomano após a Primeira Guerra Mundial. Em seguida, deram-na à ONU. O problema aqui é que o povo palestino nunca foi consultado! Democracia? Aqui, o nosso mundo, não é democrático, é apenas o poder e os abutres comendo a nossa carne morta. Israel, a história vai condená-lo, como fez com Hitler."




ANÁLISES DA SITUAÇÃO NA PALESTINA:

http://www.institutojoaogoulart.org.br/noticia.php?id=7235&back=1

http://nsnbc.wordpress.com/2012/11/18/the-necessity-of-facing-the-truth-about-palestine-and-israel/ (Ing.)



SÍRIA



Publicado em 18/11/2012 por Le Journal de la Syrie

* Al-Zou'bi: "O reconhecimento pela França do conselho formado no Qatar não vai acrescentar nada, e a formação do conselho é uma declaração de guerra. "

* Salihi na abertura da conferência de diálogo nacional sírio em Teerã: " A interferência estrangeira na Síria estabelece um estado perigoso nas relações internacionais. "

* Manifestações no Golã ocupado, Damasco, Tartus e Hama condenando a agressão israelense contra Gaza.

* As forças armadas sírias dão duros golpes nos terroristas em Deir Ezzor e subúrbios... Terroristas atiram dois obuses nos bairros de Jaramana e Mazzeh.

http://allainjules.com/2012/11/19/video-syrie-le-journal-de-syrie-du-18-11-2012/


MANIFESTAÇÃO PRÓ-ASSAD EM HAIA


A morte do terrorista Mustafa Afaihan

http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-syrie/201211-A13419/syrie-une-video-terroriste-cible-par-sniper-novembre-2012.html

Publicado em 17/11/2012 por http://www.youtube.com/user/SyriaTube06

(GRANDE PROFUSÃO DE VÍDEOS DE TERRORISTAS MORTOS, NESTE LINK)


sábado, 17 de novembro de 2012

ASSASSINADA EX-GUARDA-COSTAS DE KADAFI



Zohra Al-Buaishi pertencia à guarda cerimonial de Kadafi. Refugiou-se no Egito, hoje dominado pela Fraternidade Muçulmana, onde participava de manifestações públicas a favor da Resistência Líbia.

"A polícia egípcia anunciou que descobriu o corpo de Zohra Al-Buaishi na manhã de 9 de novembro em seu apartamento no bairro Cidade Nasr, no Cairo.

Parece que ela foi assassinada em circunstâncias duvidosas, tendo alegadamente sido esfaqueada cinco vezes. Imagens que a mostram deitada no chão com pelo menos duas facadas, uma na parte superior do tórax e uma no rosto, parecem corroborar o relato.

Fontes oficiais egípcias, até agora, abstiveram-se de invocar motivos políticos para o crime, porém outras fontes independentes consideram-no 'o início de uma campanha de perseguição' contra o ex-legalistas de Kadafi no Cairo. Seu corpo foi entregue ao Ministério Público para investigação."

http://www.saudigazette.com.sa/index.cfm?method=home.regcon&contentid=20121115142953


VIDA LOKA
RATOS CAPOTAM RATOMÓVEL QUE TRANSPORTAVA DINHEIRO ROUBADO DO BANCO DE BANI WALID
4/11/2012 - http://www.youtube.com/user/AfessGreen , http://libyanfreepress.wordpress.com/2012/10/27/8145/


OUTUBRO/2011 - HUGO CHAVEZ ENALTECE KADAFI



OS ABUTRES DO AMANHECER


Enviado por telesurtv em 01/09/2011
"Líbia, abutres do amanhecer", uma reportagem que mostra como a Líbia é palco de destruição, numa luta das potências contra o povo, para se apoderarem dos recursos naturais e financeiros desse país. Os dados mostram o alto nível de vida na Líbia, sob a liderança de Gaddafi, a destrutiva operação da OTAN denominada "Odisséia ao amanhecer", os critérios de analistas internacionais que vão revelando os interesses políticos e econômicos estrangeiros, ocultos por trás de uma aparente insurreição." (teleSUR)


INTERESSANTE REVELAÇÃO DE KADAFI SOBRE OS EUA E ISRAEL (Ing.)



ALGUNS VÍDEOS DE ATROCIDADES NA LÍBIA


Publicado em 02/04/2012 por LIBIASOS web: http://libia-sos.blogspot.com.es/

Líbio torturado e degolado pelo CNT/OTAN

Publicado em 06/09/2012 por LIBIASOS web: http://libia-sos.blogspot.com


25/9/2011 - Horrendo massacre de líbios em Sirte pela OTAN


Mais vídeos em: http://libia.blogtok.com/menu/6/41095// ;
http://noalaguerradelibia.blogspot.com.br/?zx=7e2006680f228123


PRESENTES DA OTAN PARA AS CRIANÇAS DA LÍBIA (Ing.)





http://lizzie-phelan.blogspot.gr/2012/10/video-natos-gifts-to-children-of-libya.html


SÍRIA


ALGERIA ISP/ - "Segundo Jonoud Assad, um vídeo mostrando Jeich Hor ou melhor, os terroristas destruindo uma mesquita com explosivos sob os gritos de "Alá Akbar". Este ataque vil será mascarado e atribuído ao Exército Árabe Sírio e transmitido pelo canal Al Jazeera e companhia. As pessoas nos países árabes têm que acordar e ver claramente o que está acontecendo na Síria, porque os predadores farão o mesmo em suas casas assim que acabarem com a Síria. Parem de sonhar com o veneno inventado pelos predadores que é a 'Primavera Árabe'. Vejam que flores brotaram nesta Primavera na Líbia, e vocês vão entender: a Líbia totalmente destruída."


Publicado em 27/10/2012 POR thesyrianfighter3 - http://www.youtube.com/user/thesyrianfighter3

Funeral do Pastor Fadi Haddad, que foi morto por terroristas do FSA em Qatana. Esses assassinos alvejam a comunidade cristã em nome da jihad? Com Assad, havia um ecumenismo impecável. Com os amigos de François Hollande, os cristãos têm que fugir da Síria. Assad Ditador?



Terroristas do FSA lançam um obus contra civis, a fim de culpar as forças de segurança da Síria.


Terroristas detonam um carro-bomba em Daf al-Chouk, Damasco - 26/10/2012
http://allainjules.com/2012/10/27/syrie-honte-a-tous-les-supporters-des-terroristes-syriens/

CORRESPONDENTE DA TV AL-ARABIYA FERIDO QUANDO ACOMPANHAVA TERRORISTAS

http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-syrie/201211-A13418/syrie-les-nouvelles-syrie-novembre-2012.html



Publicado em 11/11/2012 por RussiaToday

"A nova coalizão da oposição síria agora busca o reconhecimento oficial do exterior, e tem como objetivo administrar o fluxo de fundos, e potencialmente armas para os rebeldes. Mas as forças anti-Assad podem vir a ter assistência direta de tropas estrangeiras, como disse um soldado de elite britânico, que centenas de tropas britânicas poderiam ser implantadas na Síria, se a situação 'humanitária' piorar. Enquanto isso, crescem temores de que o FSA está eliminando cada vez mais alvos civis simplesmente por mostrarem lealdade ao governo, como explica Maria Finoshina."


PROTESTOS CONTRA OS BOMBARDEIOS EM GAZA


http://stopwar.org.uk/index.php/action-a-events/national-events/2033-november-17-gaza-emergency-demonstration-march-from-hyde-park-to-israeli-embassy


Mais imagens de protestos em todo o Mundo contra a agressão a Gaza em:
http://libya360.wordpress.com/2012/11/16/worldwide-protests-against-israeli-aggression-in-gaza/


MÍSSEIS DO HAMÁS SOBRE TEL-AVIV



RIM BANNA - CANÇÕES PELA PALESTINA








terça-feira, 13 de novembro de 2012

CONTINUA O GENOCÍDIO EM BANI WALID




Publicado em 12/11/2012 por http://www.youtube.com/channel/UCyRD4Lld2ecOnusoJBUgbog

ALGERIA ISP/ Segundo Grande Warfala, os bárbaros de Misrata assassinaram em suas prisões os srs. Ali Said Jomoa Mareache, Othman Abu Sata e Salah Abu Knida, de Bani Walid.

O balanço material da guerra contra Bani Walid é de quase 900 casas residenciais destruídas pelas milícias de Misrata, além do mercado, bancos e outros prédios.

http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-libye/201211-A13337/libye-des-nouvelles-bani-walid-novembre-2012.html




















BAHREIN

MASSACRE DE MANIFESTANTES PACÍFICOS (Ing./Fr.)

http://www.youtube.com/watch?v=aWl8mUSDIwU&feature=player_embedded


UM ANTIGO (E TENDENCIOSO) DOCUMENTÁRIO SOBRE KADAFI (Ing.)



MAIS UMA HOMENAGEM A KADAFI


"Homenagem a Muamar Kadafi, que durante 42 anos foi o Guia da Grande Revolução Verde e  levou à vitória a idéia de um socialismo árabe, junto ao seu povo, e conforme a idéia da Grande Jamahiriya, o povo pôde governar livremente sobre o bem-estar da Líbia.

Livre do vício do álcool e o jogo, a Líbia pôde atingir a verdadeira Democracia Direta, onde o povo governou diretamente através dos Conselhos Locais e Comitês Populares de Base, sem outro intermediário entre as massas e o Governo.

A Grande Jamahiriya recusou a idéia da Líbia como um Estado-nação, e foi organizada pelas tribos, sem nenhum presidente ou chefe de estado imposto.

Hoje o Coronel Muamar Kadafi morreu dignamente, mas deixa como legado o espírito da luta contra o Imperialismo que quer dominar o Mundo."

libia-sos.blogspot.com.br/2012/10/injusticia-y-venganza-en-la-libia-de.html#.UIH_88zZNko


sábado, 10 de novembro de 2012

GENOCÍDIO EM BANI WALID




8/11/2012 - Moradores que conseguiram retornar às suas casas em Bani Walid encontram-nas destruídas.

"Os mercenários do CNT, após bombardearem incessantemente a cidade durante o dia, atingindo somente alvos civis, vão à noite a Bani Walid, invadem casas civis, uma após outra, prendem todos os homens e jovens e os levam deportados para as prisões de Misrata e Benghazi, onde as pessoas de Bani Walid desaparecem.

Estamos claramente diante de uma ação de limpeza étnica, isto é um genocídio sob a supervisão dos EUA e da OTAN."

http://libyanfreepress.wordpress.com/2012/11/09/8238/




ATUALIZAÇÃO: DEPOIMENTO DIRETO A LEONOR MASSANET HOJE

"Falamos diretamente por telefone com uma mãe e uma filha dentro da cidade líbia de Bani Walid, suas vozes são de desespero... Capturaram seu pai e também seu tio que tem 75 anos, levaram os seus irmãos pequenos, são meninos e não sabemos para onde os levaram. Estão a bombardear a cidade e elas tentam sair da casa para escapar, mas mercenários armados obrigam-nas a entrar em casa e vão queimando as casas uma depois da outra. Elas vêem como já estão queimando as casas muito próximas à sua, e logo vão chegar. O desespero nota-se em suas vozes... pedem ajuda para procurar seu pai, seus familiares, os meninos...

É isto uma guerra?... Quando os políticos e os meios de comunicação nos falam de 'guerra', 'conflito', 'confrontos'...  Talvez se refiram a estes crimes?

De Bani Walid informam que grupos de mercenários do Qatar, Arábia Saudita, Alqaeda, e mercenários de todo Mundo estão a entrar por todos os lados roubando todas as casas, levam os jovens, levam os meninos e depois queimam as casas. Matam as pessoas sem contemplação.

Dão-nos os nomes dos familiares que foram capturados pelos bandos armados sob as ordens do governo de dupla nacionalidade(1):

Mohamed Ahmed Shandoli
Bashir Ahmed Shandoli
Salem Moamer Abdelmomen
Abdelmomen Moamer Abdelmomen

Estas são apenas quatro das pessoas capturadas em Bani Walid cujas famílias pedem às organizações humanitárias que as procurem e ajudem para que não sejam torturadas.

Os bandos armados entraram nos hospitais, tiraram os feridos libios de Bani Walid, levaram-nos e ali só deixam tratar os feridos dos bandos armados. Igual ao que fizeram em todos os hospitais de Líbia, onde não é permitido, sob pena de morte, curar a um ferido que apóie a Jamahiriyah ou seja suspeito de a apoiar.

Alguns médicos foram executados e outros tiveram que fugir precisamente porque queriam curar a TODOS os feridos, como tinha sido sempre na Líbia até a chegada da OTAN.

De Bani Walid informam que os bandos capturaram o líder da tribo Warfala e o levaram para os cárceres de Misrata."

(1) Quase todos os integrantes do atual "governo" da Líbia viviam nos EUA e lá se naturalizaram.

http://www.leonorenlibia.com/index.php?option=com_content&view=article&id=1495:bani-walid-10112012&catid=10:catcron


HOSPITAL DE BANI WALID TOMADO PELOS RATOS EM 2/11/2012: TODOS OS PACIENTES FORAM MORTOS.


Milícias de Zintan e Misrata disputam o controle de Trípoli.




http://za-kaddafi.ru/portal/hot-news/577-liviya-novosti-bani-valid-gorod-gde-pobyvala-novaya-vlast-livii.html



SÍRIA

A CONTESTAÇÃO FABRICADA (Ing./Fr.)



Manufacturing Dissent é um documentário sobre a guerra psicológica travada pelos principais meios de comunicação para facilitar a derrubada do governo sírio de acordo com a agenda ocidental. Ele mostra como os meios de comunicação contribuíram diretamente para o derramamento de sangue na Síria.

O documentário desconstrói as principais alegações feitas por esses atores, de que o governo sírio tem reprimido sistematicamente manifestações pacíficas e perdeu sua legitimidade. Ele mostra como tais alegações não são apoiadas por provas, e portanto são apenas propaganda para servir aos interesses da política externa de seus países.

Este documentário inclui:

- A prova de que relatórios falsos foram difundidos/​​publicados por CNN, BBC, Al Jazeera e outros.

- Entrevistas com uma amostra da população síria: um ator, um artesão, um jornalista, um morador de Homs e um ativista, que foram afetados pela crise.

Produzido pelos jornalistas Lizzie Phelan e Afzalzadeh Mostafa.

Montagem: Lizzie Phelan.

Site oficial: http://www.manufacturing-dissent.com/

(O título se inspira em "Manufacturing Consent" livro e filme de Noam Chomski, de 1992: http://www.youtube.com/watch?v=Ci_1Ghk0CIc)



Publicado em 10/11/2012 por Le Journal de la Syrie (Fr.)

* Presidente al-Assad: Nosso inimigo é o terrorismo e a instabilidade... Qualquer invasão da Síria sairá mais cara do que o Mundo pode suportar. Link:  http://208.43.232.81/fra/51/2012/11/09/451671.htm

* Massacre hediondo em Harem soma-se à lista de crimes do terrorismo Wahabista.

* Explosão de três carros-bomba faz 7 mártires em Daraa.

* Al-Zou'bi: o encontro de Doha é uma nova forma de ingerência estrangeira para vender um produto velho de uma forma nova.

Gravado por https://www.syrianfreepress.net, https://www.facebook.com/Tg24Siria



Síria, 9/11/2012 - Evidência: usando ambulância para transportar terroristas feridos do FSA para a Turquia.
http://allainjules.com/2012/11/06/libye-comment-le-qatar-via-al-jazeera-ma-floue-pour-tuer-kadhafi/



02/11/2012- "Prosseguindo em seu trabalho sujo, mercenários do FSA divulgaram um vídeo em que eles executam 28 soldados e civis sírios após tomarem um posto de controle do exército na estrada entre Alepo e Damasco."
http://allainjules.com/2012/11/02/syrie-les-amis-de-francois-hollande-poursuivent-leurs-oeuvres-macabres/



PALESTINA
ZEBDA - UMA VIDA A MENOS





LÍBANO





A ORDEM MUNDIAL (Fr.)



EUA (Ohio), 5/11/2012

MANIFESTANTE BAGUNÇA O CORETO DE OBAMA COM FOTOS DE CRIANÇAS MORTAS NA LÍBIA


sexta-feira, 2 de novembro de 2012

SEM NOTÍCIAS DE BANI WALID

Desde 27/10 não encontramos na Internet notícias sobre o cerco de Bani Walid, nem sobre as ações da Resistência em toda a Líbia. Este silêncio é preocupante, pois mostra que os ratos e seus aliados estão conseguindo controlar as comunicações na Líbia.

A única exceção é o site russo http://za-kaddafi.ru/portal/news/, que informou em 30/10 que os combates continuam em Bani Walid, com parte da cidade nas mãos dos ratos e o restante sendo bombardeado com aviões e artilharia pesada. Estima-se em mais de 2.000 o número de habitantes mortos. Crianças e idosos refugiam-se no deserto. Chegam grupos de patriotas para ajudar a Resistência, porém são pequenos. Um desses grupos conseguiu romper o cerco ao sul da cidade.
(http://www.leonorenlibia.com/index.php?option=com_content&view=article&id=1483:pavel-desde-rusia-30102012&catid=10:catcron)

Parece que os ratos tomaram o hospital de Bani Walid, pois relata-se que degolaram um médico, que havia dado entrevista confirmando que muitos pacientes morreram em conseqüência dos bombardeios com gás e fósforo.


Publicado em 27/10/2012 por 108morris108

"Informa-se que o Dr. Meleshe Shandoly foi morto hoje em Bani Walid pela al-Qaeda com uma faca, porque ele é da tribo Warfalla e membro de um conselho. Nada é verificável, vindo de Bani Walid."

http://vivalibya.wordpress.com/2012/10/28/bani-walid-doctor-who-exposed-gas-attack-symptoms-reported-killed/


RATOS LANÇAM MÍSSEIS SOBRE BANI WALID


"CANÇÃO À IRRACIONALIDADE EM BANI WALID"
http://www.leonorenlibia.com/index.php?option=com_content&view=article&id=1470:cancion-a-la-sinrazon-en-beni-walit&catid=17:catcanc

terça-feira, 23 de outubro de 2012

AVIÕES BOMBARDEIAM BANI WALID


http://www.algeria-isp.com/actualites/politique-libye/201210-A12659/libye-les-jourdenes-barbares-misrata-bombardent-toujours-bani-walid-octobre-2012.html/ , http://www.mukawama.co.cc

ENTREVISTA DE LEONOR MASSANET À RT (ESP.)

http://www.leonorenlibia.com/index.php?option=com_content&view=article&id=1472:libia-23102012&catid=10:catcron/


EUA BLOQUEIAM PROJETO DE DECLARAÇÃO DA ONU
PELA SOLUÇÃO PACÍFICA DA VIOLÊNCIA EM BANI WALID

Os Estados Unidos bloquearam um projeto de declaração proposto pela Rússia, sobre a solução do problema da violência na cidade líbia de Bani Walid, que está sob cerco há semanas. A declaração pedia uma solução pacífica para o conflito.

O Enviado da Rússia na ONU, Vitaly Churkin, disse que essa atitude "não pode ser séria", lembrando à delegação americana o ataque mortal em Bengazi que custou a vida de quatro diplomatas dos EUA em setembro.

"O bloqueio, de um projeto de declaração chamando para resolver os problemas políticos do país sem violência, é muito estranho", disse Churkin. "Este é um caso em que é difícil explicar as ações da delegação dos EUA em termos racionais."

A declaração sobre Bani Walid redigida pela Rússia apelava às autoridades líbias para "tomar medidas urgentes para resolver o conflito por meios pacíficos e para preservar os direitos de todos os cidadãos da Líbia". Também expressava preocupação com a significativa escalada da violência dentro e em torno da cidade de Bani Walid nos últimos dias.

Lawrence Freeman, da revista de notícias Executive Intelligence Review diz que os EUA bloqueiam qualquer solução pacífica para a violência em curso na Líbia, porque a estabilidade da região não está em seus interesses.

"O embaixador da Rússia fez uma proposta perfeitamente razoável para acalmar a violência", disse ele. "E seria de esperar que os Estados Unidos, como uma super-potência, respondessem de uma forma racional. O problema é que o presidente Obama e sua enviada à ONU, Susan Rice, não estão interessados em promover a paz na Líbia e em toda a região do Oriente Médio. E portanto eles torpedeiam qualquer movimento dos russos que tenda a acalmar a situação."

A violência tem provocado protestos. Cerca de 200 moradores de Trípoli tentaram invadir a Assembleia Nacional, exigindo o fim do cerco. "É improvável que o cerco  acabe em breve", disse uma fonte cuja família está dentro da cidade sitiada. "Primeiro o governo disse que o que está acontecendo [em Bani Walid] tem que parar, mas depois disso... eles vieram dizer que esta é uma boa guerra contra o mal", disse a fonte à RT.

O Conselho de Segurança da ONU também adiou a adoção de outros dois projetos de declaração propostos pela Rússia, o primeiro condenando um ataque terrorista em Damasco em 21 de outubro, que causou muitas mortes e ferimentos de civis, e o segundo chamando tanto o governo sírio como os rebeldes a pactuarem um cessar-fogo durante o feriado muçulmano de Eid Al Adha, que começa em 25 de outubro e tem a duração de três dias, para que as pessoas possam observá-lo em paz e segurança. O chamado da Rússia para um cessar-fogo coincide com esforços semelhantes do enviado internacional pela paz na Síria, Lakhdar Brahimi, para persuadir os sírios a acordarem um cessar-fogo durante o feriado.